WayComm | O que fazer quando o seu site não está lhe trazendo retorno?
O seu site deveria estar trazendo retorno. Isso é fato. Descubra algumas atitudes que devem ser tomadas nas estratégias de SEO, de conteúdo e de conversão para que isso se torne uma realidade.
SEO, conteúdo, tráfego, conversão, inbound links
3015
single,single-post,postid-3015,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,,wpb-js-composer js-comp-ver-3.6.12,vc_responsive
img_post_money

O que fazer quando o seu site não está lhe trazendo retorno?

  |   Business, Consumidor, Conversão, Interação, Negócios, SEO

Seu site é a principal peça de seu inventariado online, o que significa que exige um trabalho pesado para atrair clientes qualificados. Mas o que fazer quando, apesar de todos os esforços, o site continua sem o resultado desejado?

 

Antes de qualquer coisa, dê um passo para trás para enxergar o cenário como um todo e poder atacar o problema de forma lógica. Em seguida, siga os 3 passos descritos a seguir para buscar identificar o problema:

 

1. O problema é falta de tráfego?

Mesmo um conteúdo qualificado e uma estratégia de conversão adequada não garantem que seu site será visitado. E, sem tráfego, ele não passa de uma ilha remota. Portanto, o primeiro passo é verificar se o seu site está recebendo visitação suficiente, cuidando ao estabelecer o significado desse “suficiente”. Busque embasar essa medida a partir da avaliação de relatórios de acesso. Caso você conclua que o tráfego é realmente baixo, estabeleça um plano para compreender e implementar os 3 pilares de SEO (ações de otimização para mecanismos de busca):

 

» Estratégia sólida de conteúdo
Uma estratégia de conteúdo é a base para campanhas de marketing online bem sucedidas. Para isso, tenha sempre na ponta da língua a resposta a questionamentos como “Estou atualizando meu site com conteúdo novo e com uma boa frequência?”, “A estratégia de conteúdo e a codificação do site estão adequados para mecanismos de busca?”, “O conteúdo que estou publicando é aquele que o meu target busca?”.

» Links de entrada
Os links de entrada (conhecidos em inglês por inbound links, backlink ou incoming link) são links que outros sites fazem apontando para o seu. Sistemas de busca como o Google e o Bing usam essa informação para qualificar o seu site. Quanto maior a quantidade de links provenientes de sites qualificados, melhor será o posicionamento do seu site em uma busca orgânica.

No entanto, se você não tem um público fiel e bem estabelecido, não basta publicar um conteúdo qualificado e torcer para que os leitores façam referência a ele. Você vai precisar de proatividade nesse ponto. Convide alguém conhecido para escrever um artigo no seu site, participe ativamente de redes sociais e divulgue seu conteúdo nos canais apropriados. Se você criar um infográfico, envie-o para o maior número de sites agregadores que você puder (www.visual.ly, por exemplo). Se você tem vídeos, inclua-os no YouTube e no Vimeo. Se é um PDF, compartilhe no SlideShare. Seu conteúdo precisa aparecer e esses são alguns recursos para alavancar a criação de links de entrada.

» Mídias Sociais
Essencialmente, trabalhar a sua empresa nas redes sociais amplificam os esforços de distribuição do conteúdo para atingir uma audiência maior, potencializando a criação de links de entrada. Manter-se ativo nas redes sociais traz uma série de benefícios não apenas para seu site, mas para a empresa como um todo. A interação com o seu target é uma excelente forma para humanizar a sua marca e construir um maior awareness e lealdade.

 

2. Investigue porque seu cliente não está convertendo
Caso o seu site já tenha tráfego suficiente, é importante entender o motivo da baixa conversão. Junto ao tráfego, conversão é ponto essencial para as equações do marketing online. De nada adianta garantir um alto número de visitas se não há conversão tal qual não há como ter grandes índices de conversão sem tráfego. Ambos precisam de harmonia para resultar em benefícios.

 

Há inúmeras razões pelas quais suas visitas não convergem em vendas. Podemos apontar como as principais:

 

» “Só estou dando uma olhadinha”
São usuários que ainda estão no início do seu processo de compra, sem saberem ao certo o que querem e sem qualquer intenção em comprar. Portanto, certifique-se de que o conteúdo que você está publicando está voltado àqueles mais adiantados no processo de compra, que estejam decididos a comprar.

» Você não está atraindo o seu público alvo
Antes de implementar uma estratégia de conteúdo, tenha claro quem é o seu cliente e o que o interessa. Não há motivos para apelos a grandes públicos. Ações menores, quando bem direcionadas, são o ideal para maior eficácia na conversão. Quem é o seu cliente ideal? São essas as pessoas que estão visitando o seu site? Se não, descubra onde eles estão e de que forma poderá fisgá-los.

» Seu conteúdo não está estimulando a ação
Mesmo boas estratégias de conteúdo podem falhar se não contiverem convites que encorajem a conversão dos usuários. Para isso, comece pesquisando o formato de conteúdo que melhor se encaixe ao seu target (vídeo, áudio, texto, etc.). E, à medida que você publica esse conteúdo, lembre-se sempre de incluir call-to-actions convidativas e instigantes.

» Design amador ou sem otimização para mobile
A conversão está diretamente associada à confiança. Se o site não passar segurança ao usuário, seu esforço de conversão irá pelo ralo. E um design profissional é o primeiro e mais óbvio sinal que sua empresa é de confiança. Também é importante que não haja problemas de navegação nem erros nas funcionalidades. Normalmente, sites corporativos são otimizados para desktops, mas falham quando a navegação ocorre através de dispositivos móveis, como smartphones e tablets, causando a evasão até daquele consumidor decidido a comprar.

 

3. Otimize e teste continuamente sua estratégia online
Já descobriu o problema? Ótimo! Mas não pare por aí. Muitos empresários respiram aliviados quando finalmente atingem suas metas de tráfego e de conversão, mas esquecem de documentar o que os levou até ali. Se você não documentar suas ações, não seguir seus testes e otimizações, voltará à estaca zero. Portanto, mantenha em prática alguns conceitos de manutenção evolutiva:

 

» Documente diretrizes e metas para verificar se o conteúdo publicado está otimizado tanto para o Google quanto para os interesses do seu target. Não esqueça de também verificar se a experiência é rica tanto em dispositivos móveis quanto em desktops.
» Implemente uma estratégia contínua e estabeleça parcerias para aumentar a construção de links de acesso.
» Certifique-se que todo conteúdo incluído esteja de acordo com as necessidades do seu público e direcionado sempre ao target.
» Implemente uma estratégia de mídias sociais que permita um crescimento na base de leitores e uma maior repercussão espontânea nas redes.

 

É simples. Você deve ganhar dinheiro com o seu site. Seja de forma direta (através do e-commerce) ou indireta (contribuindo para construir sua presença digital), seu site deveria dar frutos. Se não está, é hora de dar aquele passo atrás e entender o que você precisa fazer para que isso aconteça.